Uma parceria de sucesso pela saúde

14/10/2013

O Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB) é gerenciado pelo ICIPE  - Instituto do Câncer Infantil e Pediatria Especializada, uma organização social de direito privado, sem fins econômicos ou lucrativos criada pela Associação Brasileira de Assistência às Famílias de Crianças Portadoras de Câncer e Hemopatias (Abrace). Nesta entrevista o engenheiro e empresário, Newton Carlos Alarcão, explica como funciona a parceria com o Governo do Distrito Federal e fala dos desafios em assumir a liderança do Instituto.

HCB - Quais as dificuldades e facilidades de gestão de uma organização social como o ICIPE?

Newton Alarcão - Tenho uma atividade empresarial de mais de 30 anos, dirigindo empresa com mais de cinco mil colaboradores, o que me dá uma certa experiência para enfrentar este desafio. Eu acho que no caso do ICIPE o desafio novo é a questão política, uma vez que estamos implantando um modelo que ainda encontra muita incompreensão e que gera resistências. Temos que mostrar para aqueles que são contra por desinformação, com colocações do tipo “Estão privatizando a saúde”, que o HCB é um hospital público, da rede de saúde do DF, que atende única e exclusivamente pelo SUS.

HCB - O ICIPE tem contrato assinado com o GDF. O que se aprendeu com essa experiência de gestão dos últimos dois anos e como essa parceria pode melhorar?

Newton Alarcão - Este modelo, aplicado a gestão de unidades de saúde, permite alcançar melhores resultados em comparação com as unidades geridas no modelo tradicional, porque estas estão engessadas pela falta de autonomia e excesso de burocracia. Quanto a parceria, a evolução virá com a experiência no modelo e a criação de estruturas voltadas para lidarem com ele. Isso vai permitir uma melhora no papel do Governo no acompanhamento e fiscalização.

HCB - Quais os limites administrativos do ICIPE?

Newton Alarcão - Embora não seja obrigado a seguir a lei Federal de licitações - Lei nº8.666, o ICIPE segue legislação que obriga o cumprimento dos  princípios dessa Lei: igualdade, legalidade, moralidade, impessoalidade e publicidade. E não poderia ser diferente porque estamos lidando com dinheiro público. Para compras, por exemplo, fazemos cotações prévias de acordo com o Decreto nº 33.390/2011 e para contratação de pessoal obedecemos o processo definido pelo Decreto nº 30.136/2009.

HCB - Com a ampliação do Hospital, o que muda nessa gestão e quais serão os desafios novos? Em quantas vezes o volume de custos aumentará?

Newton Alarcão - O desafio será muito maior, tanto pelo aumento no volume de atendimento quanto da complexidade. O aumento será gradual assim que os novos procedimentos forem implantados. Os valores estão em discussão com a Secretaria de Saúde.

HCB - Até onde o ICIPE é HCB e até onde o HCB é ICIPE?

Newton Alarcão - O Hospital da Criança de Brasília é uma unidade da rede de saúde do DF e o ICIPE é uma Organização Social privada criada para fazer a gestão do HCB. A relação HCB/ICIPE continuará até onde for conveniente para as duas partes no contrato de gestão entre a Secretaria de Saúde do Distrito Federal e o ICIPE.  De nossa parte esperamos que seja duradoura esta relação. Os altos índices de avaliação do hospital é, sem falsa modéstia, fruto do trabalho do ICIPE, o que, para nosso orgulho, cria uma forte vinculação entre os dois. Quando se fala em HCB, se pensa logo no ICIPE. Ele foi criado exclusivamente para gerir o hospital procurando alcançar eficiência, com qualidade e humanização, com o menor custo possível.

HCB - O ICIPE é parceiro também da Abrace. Em quê consiste esta parceria?

Newton Alarcão - Sou voluntário na Abrace há 27 anos e quando decidimos pela criação do ICIPE, fui um dos fundadores. Comecei como conselheiro e presidente do conselho de administração e depois assumi a presidência. O ICIPE existe, antes de tudo, por causa da Abrace. Quando assinou com o GDF, em 2004, o contrato de cessão de uso do terreno para construção do hospital, a Abrace propôs, e o GDF na época aceitou, a previsão da criação de OS para gestão do futuro hospital.  Além disso, a Abrace é o braço financeiro do ICIPE. Todos aqueles compromissos do ICIPE que não podem ser cobertos pelo contrato de gestão são suportados por recursos doados pela Abrace.

HCB – Quais são as perspectivas do ICIPE para os próximos anos?

Newton Alarcão - Dentro do HCB estamos procurando nos estruturar para trabalhar na obtenção de recursos para fomentar projetos de pesquisas. Tenho confiança também que com a expansão do Hospital, possamos dar uma importante contribuição para consolidação do modelo como uma alternativa para gestão de sucesso de unidades de saúde.