Percussão dita o ritmo no HCB

03/02/2016

 
Antes do carnaval, os pacientes do Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB) se divertiram com um show. O grupo feminino de percussão Maria Vai Casoutras se apresentou no hall do HCB na manhã de segunda-feira (01/02/16). As artistas tocaram canções infantis e cantigas de roda, enquanto os pacientes faziam uma ciranda. Como o principal ritmo da apresentação era o do samba, as crianças também dançaram ao som da música.
 
Foi o caso de Isadora de Carvalho (foto acima), quatro anos. A menina chamou a atenção cantando e sambando durante quase todo o show. “Eu aprendi a sambar em casa, com minha prima Mariana. Gostei de dançar aqui, gosto do carnaval”, explicou Isadora.
 
 
Até quem não é fã da folia de fevereiro aprovou a apresentação. A mãe de Elisa da Silva (foto acima), oito anos, disse que a filha não gosta muito dos blocos e bailes de carnaval. Durante o show, porém, a menina correu para o microfone quando o grupo começou a tocar a música “Livre estou”, do filme Frozen. “Eu tenho um microfone de brinquedo em casa, aí fico ensaiando”, contou Elisa.
 
Esta é a segunda vez que o Maria Vai Casoutras se apresenta no HCB – em 2015, elas também animaram o carnaval dos pacientes. Juliana Müller, uma das integrantes do grupo, afirma que as crianças “têm uma energia mais pura”, o que estimula os shows para essa faixa etária. Segundo Juliana, a ideia é que as artistas sigam a animação do público. “Quando a criança está dançando eu estou dançando, quando ela está cantando eu estou cantando. A gente procura interagir o máximo possível, para que todo mundo se sinta bem, fique à vontade”, explica.
 
 
Texto e fotos: Maria Clara Oliveira
Edição: Carlos Wilson
Coordenação de Comunicação: Ana Luiza Wenke