Para saber mais sobre a Diabetes

17/11/2014

No dia 13 de novembro (quinta-feira), o Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB) organizou a Festa da Diabetes. Realizado no Clube da Saúde, no Guará, o evento reuniu profissionais do HCB, pacientes e seus familiares do Programa de Diabetes do hospital. As crianças se divertiram com brincadeiras, sorteio de bolas de futebol do projeto Bola do Sonho da Hyundai e atividades na piscina.

Nice Maria de Carvalho conta como o HCB a apoiou quando o filho João Vitor foi diagnosticado com a doença: “Foi muito importante, por causa da diabetes do João Vitor. Fiquei chocada. Muito difícil. É recente, tem apenas três meses que descobrimos a doença e ele não demostrava nenhum sintoma. Descobri em uma manhã, quando o João foi para a escola e desmaiou. Ficou internado por 12 dias com glicemia alta”. A mãe de João Vitor confessa que “não quis aceitar a doença. Foi nesse evento que conheci outras crianças com o mesmo problema. No HCB, os médicos me deram atenção e apoio”.

Bruno Lucena, 11 anos, é motivo de orgulho para a família (foto acima). “Ele é um garoto muito inteligente e dedicado. Gosta de Raciocínio Lógico, quer ser veterinário e faz atletismo. Sempre cobro muito ele porque quero ele muito tempo ao meu lado. É uma doença silenciosa”, diz André Mário Gonçalves, pai do menino.

Segundo a endocrinologista Paola Brugnera, a festa “é um momento de interação entre equipe e paciente. Um dia para aproximar o médico e o paciente, não vê-lo apenas como um profissional, mas como um amigo”. Para a médica, o evento é importante “para os participantes saberem que não estão sozinhos, que poderão compartilhar dificuldades e experiências com outros pais – além disso, é divertido”.

Michele Spencer, endocrinologista e integrante do Programa de Diabetes do HCB, se sente satisfeita por atuar na equipe multidisciplinar que atende os pacientes diagnosticados com a doença. “O sentimento é de alegria e privilégio por fazer parte de uma equipe constituída por médicos, enfermeiras, nutricionistas, psicólogas e assistentes sociais que cuidam com tanto carinho e dedicação dessas crianças”, afirma.

De acordo com Michele Spencer, o evento organizado pelo HCB, em que as crianças podem se divertir juntas, colabora para desmitificar a doença. “A diabetes é uma doença crônica, que acompanha a vida inteira do paciente; porém, com sabedoria, é possível equilibrar responsabilidade, rotina e momentos de prazer. Na festa, a criança entende que mesmo com a doença é possível ser uma criança feliz”, explica.

Veja o album de fotos

 

Texto: Leonardo Farias
Fotos: Renisson Maia

Edição: Carlos Wilson 
Coordenação de Comunicação: Ana Luiza Wenke