Meninas na passarela

13/03/2015

Foi realizado na quinta-feira (12), no Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB), o primeiro desfile de moda do HCB estrelado por pacientes. O evento fez parte da série de apresentações promovidas pelo HCB durante a semana para a celebração do Dia Internacional da Mulher.

Vinte meninas, atendidas por diversas especialidades do hospital (como hemodiálise, fisioterapia e oncologia), foram convidadas a desfilar na passarela. Elas chegaram cedo, tiveram aula de passarela, depois receberam os cuidados com profissionais de maquiagem e cabelo. Foram horas de produção e de troca de experiências.

Com idades variadas, indo de cinco a 18 anos, todas gostaram bastante de fazer parte do acontecimento, apesar de a maioria estar nervosa com a apresentação em público. Keilany Souza, 11 anos, (foto acima) se lembrou de quando foi dama de honra num casamento: “Quando abriu a porta da igreja, com um monte de gente levantando, eu fiquei ‘Meu Deus, é agora!’”. Um pouco antes do início do desfile, ela se sentia confiante. “Me sinto linda!”, afirmou a menina.

Para o evento, foi convidada a modelo profissional Aisha Fikula, de 17 anos (foto acima). Brasiliense e com três anos de carreira, ela ensinou as garotas a caminhar na passarela e gostou bastante da ideia de se fazer um desfile com as meninas do HCB. “Eu acho importante, por conta da autoestima das meninas, de elas se acharem bonitas. A cura não é só com remédio, é com alegria”, afirma.

Ela também se sentiu muito honrada com o convite para a apresentação, pois ensinou muita coisa para as pacientes. “É uma experiência nova de estar aqui dando esse tipo de aula. Ensinar como andar, como dar um sorriso lá na frente. Eu acho legal elas se espelharem em mim”, concluiu.

Weny Beatriz (foto acima), 18 anos, foi uma das pacientes que desfilaram. Ela disse que a semana de eventos em homenagem à mulher foi um ótimo entretenimento. “É muito bacana. Foge daquela coisa chata do cotidiano. E a valorização das pacientes, das mães que acompanham a luta diária, isso é muito bom”, pontuou.

Dentre as meninas, algumas têm o sonho de um dia serem modelos profissionais. Maria Clara Sandes, nove anos (foto acima), tem isso em mente desde os seis anos de idade. “Eu quis ser modelo por vontade própria. Eu ficava vendo algumas revistas, daí bateu uma vontade de ser modelo”, explicou, pronta para desfilar.

Da plateia, os acompanhantes assistiram ao desfile. Muito orgulhosos das meninas, eles avaliaram positivamente o desfile e os outros eventos realizados no HCB durante as comemorações pelo Dia Internacional da Mulher. “Elas se sentem valorizadas, e não se sentem diferentes das outras crianças”, disse Edilene Souza, mãe de Keilany.

O desfile foi ao som da DJ Rafa Ferrugem, da dupla Telma e Selma (foto acima) e contou com apoio de diversos empresários da cidade: Palco locação, Marc Systems, Best Sign, Colcci, Agiafatto, Débora Morais Noivas, Mega Model Bsb, Linha do Tempo, Sandro Roger Cerimonial, Edna Cabeleireiros, Fotoforum, Roberta Andrade Cursos, Make Top maquiadores e da Vitrine & Cia.

O superintendente executivo adjunto do HCB, Gilson Andrade, ficou maravilhado com a organização do evento. Para ele, o desfile foi positivo tanto para as pacientes, como para a própria equipe do hospital. “Para nós também é importante; isso funciona como uma recarga, já que trabalhamos num universo duro. Nós, da saúde, estamos eternamente numa briga, então esse tipo de evento ajuda.”, contou.

Veja mais fotos do desfile.

O desfile foi notícia em duas na TV Record e na TV Bandeirantes.

 

 

Texto: Augusto Almeida
Fotos: Maria Clara Oliveira

Edição: Carlos Wilson
Coordenação de Comunicação: Ana Luiza Wenke