Mãos limpas

05/05/2015

O dia cinco de maio foi instituído pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2009, como o Dia Mundial de Higienização de Mãos. O objetivo da data é manter os profissionais da área de saúde informados sobre a importância de manter as mãos sempre higienizadas, evitando transmissão de microrganismos. No Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB), o dia foi marcado por uma ação para ensinar a fazer uma boa higienização.

A ação foi realizada com todos os funcionários do HCB, tanto da área assistencial quanto da administrativa. Segundo a enfermeira Eny Fernanda dos Santos, do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH), mesmo quem não tem contato com pacientes ou prontuários precisa estar atento às mãos. “Lembramos sempre o cuidado que temos com os pacientes, mas temos que nos preocupar com a saúde também”, afirma Eny.

Os funcionários foram orientados a limpar as mãos com um álcool especial, sensível à luz negra. Depois, colocaram as mãos dentro de uma caixa escura, que permitia ver as áreas que haviam sido devidamente higienizadas (as partes limpas da mão ficavam fluorescentes). Dessa forma, cada um pôde perceber se está ou não higienizando as mãos de maneira correta.

A presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) do HCB, Daniela Borges, explica que é comum a pessoa realizar apenas parte da higienização, por achar que só é necessário usar a quantidade de álcool que sai uma vez dos aparelhos espalhados pelo hospital. “Quando o álcool seca, achamos que já acabou, mas é importante pegar mais e terminar a higienização”, explica, lembrando que é preciso limpar desde os dedos até o punho.

Apesar da dupla água-e-sabão ser mais popular na hora de lavar as mãos, Eny Fernanda dos Santos lembra que o álcool é importante. “Temos bactérias diferenciadas no hospital e o álcool consegue matá-las”, explica. Ela acrescenta que “damos prioridade à água e ao sabão quando temos sujeira visível”.

Leia mais

Texto e Fotos: Maria Clara Oliveira
Edição: Carlos Wilson
Coordenação de Comunicação: Ana Luiza Wenke