Primeira Jornada de Reabilitação do HCB

05/05/2015

O Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB) promoveu, na sexta-feira (24/04/2015), sua I Jornada de Reabilitação. O evento, realizado no Centro Universitário de Brasília (UniCeub), reuniu profissionais do HCB e de outros hospitais da rede de saúde do Distrito Federal, bem como estudantes dos cursos de terapia ocupacional, fisioterapia e fonoaudiologia.

A supervisora de reabilitação do HCB, Patrícia Souza, ressalta a importância de a jornada reunir mais de uma especialidade da saúde: “o atendimento da criança tem que ser interdisciplinar; a gente tem que deixar de ver a criança como uma doença e passar a ver como um todo”. A coordenadora de integração assistencial do Hospital da Criança de Brasília, Ericka Redondo, acrescenta que “o hospital adotou um modelo que facilita, permite e otimiza a integração dos profissionais da assistência”.

A abertura do evento teve a presença do gerente do Núcleo de Saúde Funcional da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, Júlio César Isidoro. Para o gerente, eventos como a jornada são uma forma de “abertura de divulgação do trabalho realizado pelo hospital perante a sociedade, perante a imprensa, perante a todos”. Ele afirma que, ao expor os tratamentos que são realizados no hospital, é possível “qualificar melhor os nossos servidores, os nossos profissionais e despertar, na sociedade, o intuito de manter um vínculo, ajudar, ser um voluntário dentro da instituição”.

Durante a jornada, palestras e fóruns permitiram o debate sobre doenças neuromusculares e assistência a pacientes oncológicos, entre outros temas. O superintendente executivo do HCB, Renilson Rehem, ressalta a importância desse diálogo entre os profissionais e os estudantes da saúde. “O projeto do Hospital da Criança de Brasília é de não ser só um hospital do ponto de vista assistencial, mas também um centro de ensino e de pesquisa”, esclarece.

Para a coordenadora do curso de fisioterapia do UniCeub, Valéria Sovat, esse debate exerce boas influências sobre a carreira dos estudantes. “Essa jornada é fundamental para que os alunos possam entender como o DF trata a criança”, explica a coordenadora. Ela acrescenta: “Com os alunos fazendo parte da sociedade acadêmica e de saúde do Distrito Federal, é fundamental que a gente esteja presente aqui”.

 

Texto e Foto: Maria Clara Oliveira
Edição: Carlos Wilson
Coordenação de Comunicação: Ana Luiza Wenke