Heróis com carteirinha

07/03/2017

No carnaval, há quem goste de se disfarçar com fantasias e máscaras. O Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB) entrou no clima da alegria, aproveitando para divulgar uma mensagem importante: na hora de cuidar da saúde, não podemos esconder nossa identidade.

Para divulgar a importância da identificação correta (um dos seis protocolos estabelecidos pelo Programa Nacional de Segurança do Paciente, do Ministério da Saúde), o Hospital recrutou um herói conhecido pelas crianças. O técnico de enfermagem Jorge Fabiano, o “Batman do HCB”, foi garoto-propaganda da campanha “Identidade secreta faz mal à saúde” – ele usa máscara, mas quando é hora de cuidar dos pacientes, assume seu nome verdadeiro.

Ao chegar ao HCB, pais e responsáveis são orientados a fazer a carteirinha de identificação no próprio Hospital. O documento fica pronto na hora e o paciente tem sua imagem registrada por um fotógrafo especial: o boneco Buzz Lightyear, que está sempre a postos com sua câmera. Para Filipe dos Santos (foto acima), cinco anos, isso foi uma surpresa: “Eu não sabia que o Buzz tirava foto, foi legal”.

A mãe de Filipe, Maria Anunciada dos Santos, acredita que a carteirinha auxilia no atendimento. “É uma segurança a mais; quando chegamos para a consulta, o pessoal da recepção já pede, então fica mais fácil, mais ágil”, disse.

A campanha durou todo o mês de fevereiro e vai até o dia 15 de março, estimulando os responsáveis a fazer a carteirinha. Wylza Alves é mãe de Yan Alves (foto acima), cinco anos. Para ela, o documento é importante, inclusive, para casos em que dois irmãos sejam atendidos no HCB. “É uma identificação mais rápida. Tem gente que tem vários filhos, pode se confundir na hora e o filho receber o tratamento errado. Então, é bom ter essa identificação”, afirmou.

Yan também aprovou a campanha: esse foi o primeiro documento com foto dele. Feliz, correu para contar a novidade a todos inclusive ao Batman do HCB.

Nas horas de brincadeira, não há problema em se fantasiar – e como fevereiro é mês de carnaval, as crianças aproveitaram a campanha para decorar máscaras feitas especialmente para a época. Foi o caso de Nicolas Cruz (foto acima), sete anos, que usou sua máscara para revelar que também é um super-herói: “Meu nome é Nicolas, mas na verdade, eu também sou o Batman!”.

 

Texto: Maria Clara Oliveira
Fotos: Isadora Sine
Edição: Carlos Wilson
Coordenação de Comunicação: Ana Luiza Wenke