HCB debate condições crônicas

09/05/2016

O Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB) realizou, na sexta-feira e no sábado (06 e 07/05/16), sua I Jornada de Condições Crônicas Pediátricas. Com mesas de debate acontecendo no auditório do HCB e na Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade de Brasília (UnB), o evento reuniu profissionais de diversas especialidades, tanto do Hospital quanto de outras unidades da rede de saúde do DF.

Na abertura da Jornada, o subsecretário de Atenção Integral à Saúde, Daniel Seabra, abordou a necessidade de o sistema de saúde conciliar o atendimento tanto na atenção primária quanto na terciária. “Precisamos analisar nossa realidade e adequar o nosso sistema, para que ele mantenha um cuidado adequado às doenças agudas, mas que não deixe de fazer o cuidado adequado às doenças crônicas”, afirmou.

O chefe do departamento de enfermagem da UnB, Pedro Sedi Monteiro, lembrou a importância de discutir as condições crônicas: “Devemos considerar que são doenças, por vezes, insidiosas e, por isso, dificultam seu reconhecimento, ao passo que uma doença aguda, como dengue, tem febre, tem dor no corpo”.

Em mesa redonda sobre o modelo de atenção às condições crônicas, o consultor em saúde pública Eugênio Vilaça alertou: “Não tem jeito de solucionar problemas de condição crônica sem estruturar a atenção primária, porque é ela quem coordena a rede”. Já o consultor para a organização de serviços e sistemas de saúde Marco Antônio de Matos explicou que “o cuidado só se estabelece de maneira adequada quando se trabalha com equipe multiprofissional” e que “os serviços não são organizados em função dos profissionais, mas do usuário”.

O professor titular do Departamento de Pediatria da Universidade Estadual de Campinas e Coordenador do Centro de Investigação em Pediatria da Unicamp (Ciped), José Dirceu Ribeiro, lembrou ao público que “cada parte da medicina da criança tem numerosas doenças crônicas; diagnóstico precoce e correto é fundamental para todas as doenças, assim como acompanhamento por toda a vida”.

 

Texto e fotos: Maria Clara Oliveira
Edição: Carlos Wilson
Coordenação de Comunicação: Ana Luiza Wenke