Crescimento na ciência

20/04/2017

Os estagiários contemplados pelo segundo edital do Programa de Iniciação Científica (PIC) do Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB) apresentaram os resultados de seus trabalhos na sexta-feira (24/03/17), no II Encontro de Iniciação Científica do HCB.

A bolsista Ana Paula de Araújo já tinha experiência com iniciação científica. “Tenho interesse em levar minha pesquisa para mestrado e fazer doutorado, gosto muito dessa área da pesquisa”, afirmou Araújo, estudante de odontologia, depois de sua apresentação.

Depois do estágio, Karoline Laurentino acredita ter um perfil de pesquisadora. “Fui me descobrindo na pesquisa, gostei muito dessa possibilidade; gosto de escrever, de analisar, de procurar – é característica minha”, explica a estudante de medicina, que se inscreveu no PIC para ter mais contato com a pediatria.

Raphael Machado está no sexto semestre de biologia e, com a iniciação científica, já pensa nas próximas conquistas acadêmicas: “Eu já gostava de biologia molecular, então venho me direcionando para essa área. Esse estágio vai me auxiliar bastante no meu mestrado e doutorado”.

Com a participação no programa, o estudante de medicina Ronan Wilk comprovou sua paixão pela área de pesquisa: “A vida inteira eu sempre me interessei por isso, acho que é muito gratificante. O estágio foi composto por muitos conceitos novos, eu aprendi muito com isso”, garante.

Para o superintendente executivo do HCB, Renilson Rehem, um hospital de qualidade precisa desenvolver não só a assistência, mas também o ensino e a pesquisa. “Essas duas atividades de ensinar e pesquisar promovem a curiosidade, o interesse para produzir e transmitir o conhecimento”, explicou.

Embora o período de estágio dos quatro estudantes esteja encerrado, suas pesquisas serão empregadas nas atividades do HCB, segundo a diretora do Centro Integrado e Sustentável de Ensino e Pesquisa (Cisep), Valdenize Tiziani. “Em toda pesquisa que se conduz aqui no Hospital, a gente busca responder a questões que tenham uma aplicabilidade, seja na prática clínica, seja na gestão”, esclareceu.

 

Texto e foto: Maria Clara Oliveira
Edição: Carlos Wilson
Coordenação de Comunicação: Ana Luiza Wenke