Celebração dourada

21/11/2013


Dois anos se passaram. Inaugurado em 23 de novembro de 2011, o Hospital da Criança de Brasília ajudou muitas crianças e famílias no período. Até o final de outubro, já são 680 mil atendimentos. “Passou muito rápido. Parece que foi ontem que inauguramos o HCB”, comenta o diretor executivo Renilson Rehem durante a celebração do aniversário do Hospital. O evento, que aconteceu na manhã de sexta-feira (22/11), contou com a presença de autoridades como o governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz, a primeira-dama Ilza Queiroz e o secretário de saúde Rafael Barbosa.
 
O projeto Música das Esferas, do Instituto José Maurício, encheu o hall do HCB de belas composições. Crianças e adolescentes de São Sebastião trouxeram coral, além de flautas, violinos, violoncelo, dentre outros instrumentos. Discursos de agradecimento e parabenização foram apresentados por representantes de instituições e grupos durante a solenidade.
 
Márcio Alves, que já registrou depoimento no site do HCB em maio de 2013, é pai de Eduardo Augusto Alves, 5. Ao lado do filho e esposa, falou em nome de famílias e pacientes. O discurso emocionou a plateia, que respondeu com fortes aplausos. “Me sinto muito feliz de estar aqui. Dois meses antes da abertura do Hospital, meu filho foi diagnosticado com leucemia. Hoje posso dizer que estamos todos em ótimo estado de saúde. Agradeço de coração toda a equipe”, disse.
 
Francisco Neves, superintendente do Instituto Ronald McDonald, também se recorda da inauguração do Hospital da Criança de Brasília, há dois anos. “Era um dia chuvoso, porém todos sentimos que havia uma magia no ar. Algo especial estava acontecendo. E hoje tenho a oportunidade, emocionado, de ver esses rostos sorridentes”, conta. Segundo o presidente do Instituto do Câncer Infantil e Pediatria Especializada (Icipe), Newton Alarcão, a aprovação de mais de 97% das pessoas que passam pelo HCB é uma das motivações dos profissionais e da gestão.
 
Representando médicos e demais funcionários do HCB, o endocrinologista pediátrico Luiz Cláudio Lima citou em discurso que “fazer o bem às crianças e garantir sorrisos e saúde” é como uma poesia, e está entre os pilares fundamentais da pediatria. Para ele, o trabalho realizado tanto pela equipe assistencial quanto administrativa converge para entregar serviço de qualidade e humanizado aos meninos e meninas do Hospital. “A paixão de cada funcionário pela causa garante uma medicina não só curativa, como preventiva”, resume.
 
O governador Agnelo Queiroz ressaltou que o dia 23 de novembro, além de celebrar o aniversário do Hospital da Criança de Brasília, também marca o dia de combate ao câncer infantojuvenil, simbolizado pela cor dourada. “Esse Hospital é a representação ideal da causa. O acolhimento, a entrega de todos que aqui estão e o modelo de gestão fizeram com que diversas metas do contrato assinado fossem superadas”, elogiou.  Para ele, “dois anos é um período curto, mas suficiente para mostrar o êxito absoluto alcançado”.
 
Ilda Peliz, presidente da Abrace, Áurea Oliveira, representante dos voluntários, Rafael Barbosa, Secretário de Saúde, e Rosemary Sanz, presidente da Confederação Nacional de Instituições de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente com Câncer, também discursaram. A celebração encerrou a I Semana de Gerenciamento de Riscos e Segurança do Paciente, que ofereceu muita informação com palestras e debates aos funcionários do Hospital.

Para conferir algumas fotos do aniversário, veja o álbum.