A rede do cuidado

29/07/2016

Representantes de diversos hospitais da rede pública de saúde do Distrito Federal se reuniram no Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB), na quarta-feira (27/07/16), para comemorar o Dia do Pediatra. Recebidos pelo superintendente executivo do HCB, Renilson Rehem; a diretora técnica, Isis Magalhães; a coordenadora do Corpo Clínico, Elisa Carvalho, e a coordenadora de rede e integração de serviços da SES/DF, Marta Vieira, eles participaram de um momento de homenagens e confraternização.

O evento homenageou a pediatria dos hospitais da rede, representados por um médico de cada unidade. Os hospitais de Brazlândia, Ceilândia, Planaltina, Sobradinho, Taguatinga, Gama, Guará, Paranoá e Asa Norte, Hospital de Base e Hospital Materno Infantil de Brasília foram escolhidos por serem as unidades que oferecem atendimento pediátrico. 

Renilson Rehem iniciou a cerimônia lembrando que o próprio HCB é parte do histórico da saúde do Distrito Federal. “A história do Hospital não começou no dia que ele começou a funcionar; ela é longa, tem a ver com toda a rede. Procuramos reafirmar nosso compromisso com essa história e dizer que o que nós estamos conseguindo fazer hoje são resultados dela”, disse o superintendente.

Para a coordenadora de rede e integração de serviços da SES/DF, Marta Vieira (foto acima), é importante reservar um tempo para celebrar os pediatras. Segundo ela, “o pediatra é o cerne dessa rede de atenção à criança, e coordena uma equipe que não é só de médicos. É muito bom lembrar, também, que a gente não está só e que precisamos aprender a trabalhar um com o outro, não isolados”.

O atendimento em rede foi destaque ao longo do evento. A diretora técnica do HCB, Isis Magalhães (foto acima), reforçou o trabalho conjunto dos hospitais como uma tarefa importante para a pediatria atual. “Em 1999, 2000, o que se precisava era o apoio ao terciarismo: melhorar as condições de diagnóstico, a resolutividade. Hoje, a realidade é outra. O que a gente precisa é aprender a trabalhar em rede, ninguém faz nada sozinho”, explicou.

A coordenadora do corpo clínico do HCB, Elisa Carvalho (foto acima), também falou sobre a integração entre os profissionais das diferentes unidades de saúde. “Podemos resumir nosso sentimento em três palavras: gratidão, reconhecimento e união. Este é um momento de agradecer, reconhecer e aumentar a união dos serviços da SES. Não existem graus de importância diferentes entre a atenção primária, secundária e terciária; existem papeis diferentes, temos que estar interligados”.

Ao final da cerimônia, pacientes atendidos na musicoterapia do HCB apresentaram o rap “Brigas na escola”, escrito pelo paciente Felipe Sclocco durante o tratamento. A pediatra Maria Elizabeth Almeida Pereira, de Ceilância, recebeu uma homenagem póstuma pelo trabalho desenvolvido no Hospital da Ceilândia.

 

Texto e fotos: Maria Clara Oliveira
Edição: Carlos Wilson
Coordenação de Comunicação: Ana Luiza Wenke