O sonho musical começa no HCB

Estudante do oitavo ano do ensino fundamental do Centro de Ensino Fundamental 4 (CF4) de Planaltina, o brasiliense, morador da cidade de Planaltina (DF), Daniel Baptista, 12 anos é um menino de poucas falas, mas de uma grande voz. Paciente do Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB), ele recebe acompanhamento da musicoterapia.

Estudante do oitavo ano do ensino fundamental do Centro de Ensino Fundamental 4 (CF4) de Planaltina, o brasiliense, morador da cidade de Planaltina (DF), Daniel Baptista, 12 anos, filho de pais baianos é um menino de poucas falas, mas de uma grande voz. Paciente do Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB), ele recebe acompanhamento da musicoterapia.

“Eu sou muito tímido – na verdade não é timidez, eu gosto de primeiro conhecer as pessoas para depois falar com elas. Conheci o Hospital da Criança de Brasília porque vim fazer uma consulta com a psicóloga; como eu fiquei fazendo as consultas com ela um tempo, ela me convidou para fazer parte da banda da musicoterapia.

Estou na banda faz pouco tempo e conheço poucas pessoas ainda, mas eu gosto muito da banda, das pessoas, por que um dos meus sonhos é ser um cantor famoso. Quero cantar musica gospel, mas antes quero ser um youtuber, fazer vídeos ensinando as pessoas a jogar game, para ajudar os meus pais e também porque quero pagar minha faculdade um dia, comprar as minhas coisas.

Meus pais são da Bahia e moram aqui há muito tempo, eles trabalham como comerciantes em uma feira, e às vezes fica difícil para eles pagarem tudo para mim, por isso eu quero ser um cantor muito famoso. Assim posso ajuda-los. Eu gosto de musica gospel e quero cantar esse tipo de música, gosto de alguns cantores como o Fernandinho e a Damares.

Depois deste tempo aqui no Hospital, eu vejo o HCB como se tivesse nascido aqui, sabe? Porque o Hospital tem me ajudado muito com o acompanhamento com a psicóloga, musicoterapia. Meu primeiro prêmio eu ganhei aqui, quando participei da Semana da Criança no Show de Calouros. Ganhei uma bolsa de estudos de música no Instituto de Música GTR e fiquei muito feliz e estou gostando muito das minhas aulas lá no instituto. Como eu quero ser cantor, estas aulas estão valendo muito porque sei que vou precisar muito disto um dia.

Eu só tenho a agradecer: primeiro ao Hospital da Criança de Brasília pela oportunidade e à minha psicóloga; ao Cláudio Vinicius, da musicoterapia, e ao Alan Cruz, do Remédio Musical (foi ele que escreveu a música “Planaltina”, que me fez ganhar o prêmio); e a toda à banda da musicoterapia, que me acompanhou na a apresentação no show de calouros da Semana da Criança”.

 

Texto e foto: Luís Felgueira
Edição: Carlos Wilson 
Coordenação de Comunicação: Ana Luiza Wenke