Jovem artista

Anderson dos Santos, 15 anos, é paciente do Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB) e chama a atenção de todos pelo seu talento para desenhar.

“Eu desenvolvi, mesmo, em 2017. Esse aprofundamento é só com o YouTube, eu assisto vídeo aulas sobre tudo e vou aplicando, testando. Todas as técnicas de sombreamento, de esboço, foram agora, mas sempre fiz desenhos, como toda criança. Gosto de desenhar tudo, principalmente coisas difíceis e novas. Hoje, eu trouxe esses desenhos para as doutoras com quem faço acompanhamento”, contou Anderson.

Morador da Cidade Ocidental, entorno do Distrito Federal, ele diz que seus desenhos também fazem sucesso na escola: “Meus professores adoram meus desenhos, sempre ficam pedindo ‘ah eu quero um’”. Segundo Anderson, sua técnica foi mudando com o passar do tempo: “Antes eu não fazia realismo, fazia outras coisas mais simples, mas agora que comecei a me aprofundar, eu mudei para o realismo. Estou avançando: já fiz um desenho da minha irmã, do meu cunhado, vou melhorando”.

O jovem artista é atendido pelo HCB há mais de três anos e gosta principalmente da brinquedoteca. “A única coisa de que eu não gosto é ver as crianças doentes, fazendo tratamento ao invés de estarem aproveitando o momento de criança, brincando, o normal para a idade. Não gosto, porque eu já passei por isso”, explicou.

A mãe de Anderson, Ana Cristina Gomes, é fã e uma das principais incentivadoras do filho: “Eu quero colocar ele em alguma escola de desenho ou alguma escola técnica que tenha algo onde ele possa aplicar esse talento”, contou Ana. O artista também revela seus planos para o futuro: “Me desenvolver bastante e, quem sabe, viver do desenho, é algo que eu gosto muito de fazer”.

 

Texto e foto: Allan Michael
Edição: Carlos Wilson
Coordenação de Comunicação: Ana Luiza Wenke