Identidade secreta faz mal à saúde


Entre os conteúdos desenvolvidos no mês de janeiro, encontra-se a campanha “Identidade secreta faz mal à saúde”, que tem o propósito de sensibilizar os pais e acompanhantes de pacientes atendidos no Hospital para a necessidade de porte da documentação de identificação, tanto do responsável como da criança, como condição para o atendimento.

A campanha requereu a produção de banner para ser instalado no hall central do HCB (local de grande presença e circulação de pacientes e acompanhantes, funcionários e visitantes, possibilitando uma grande visibilidade da peça por um número elevado de pessoas), bem como a confecção de 35 cartazes para aplicação nos guichês de atendimento de todas as recepções do Hospital. O material foi aplicado de forma a possibilitar uma larga exposição e visibilidade das peças pelos pais, acompanhantes dos usuários em atendimento no HCB.

Além das peças citadas acima, foram criadas 8.000 máscaras para serem coloridas por crianças e adolescentes nas brinquedotecas do Hospital. O envolvimento dos pacientes no contexto da campanha possibilita, a eles, tornarem-se também agentes do HCB perante sua família, reforçando ainda mais a campanha. Para também mobilizar e sensibilizar os funcionários, principalmente da área assistencial, para o envolvimento e empenho diante da campanha, foi criado papel de parede para aplicação em todos os computadores administrativos. Além da produção de peças gráficas, a campanha envolve ações com funcionários do HCB fantasiados com máscaras e vestindo roupas de super-heróis. Tudo isso visa à larga exposição da campanha diante de seu público por um período de 30 dias a se iniciar no dia 06 de fevereiro.